top of page

BLOG DA
BLR DATA

Fique por dentro das últimas notícias e conteúdo sobre Gestão e Governança de Dados

Qual a maturidade em Gestão de Dados na sua empresa?


Das iniciativas malsucedidas de Governança de Dados que tivemos conhecimento até o momento, todas tinham uma característica em comum – ignoraram o entendimento da maturidade atual da empresa em relação à Governança de Dados.


As motivações passadas para negligenciar esta ação são muitas, desde a falta de tempo hábil, passando pelo medo de expor a situação da governança aos pares e superiores, até o desconhecimento dos benefícios deste tipo de trabalho.


O assessment com uma avaliação de maturidade é considerado fundamental para o sucesso do programa, pois somente a partir da sua conclusão, a empresa terá condição de planejar as ações prioritárias para implantação da Governança de Dados. Ele deve ser aplicado no início do trabalho e retratar fidedignamente a realidade da empresa. Para ser considerado adequado, o assessment deve contemplar as seguintes atividades:


1 – Entendimento das principais características da empresa. Sua história, cultura, restrições, premissas e motivações que levaram a adoção de um Programa de Governança de Dados;


2 – Identificação dos principais problemas em relação aos dados (as famosas “dores”), bem como o conjunto de expectativas existentes por parte das áreas de negócio em relação a entrada de um Programa de Governança de Dados.


3 – Avaliação das práticas de Gestão de Dados existentes, comparando-as com as melhores práticas de Governança de Dados, recomendadas pelo Mercado;


4 – Divulgação dos pontos fortes e fracos encontrados, levando em conta as características de cada empresa;


5 – Estabelecimento de um plano de ação, considerando ações de curto, médio e longo prazo para implementar e evoluir a Governança de Dados na organização, de acordo com as necessidades identificadas nas etapas anteriores.


Dicas importantes:


  • Não avalie somente as práticas, portanto inclua no trabalho conversas (entrevistas) com as áreas de negócio. Um bom assessment combina a avaliação das práticas com a visão dos problemas e expectativas relatadas por negócio.


  • Entrevistas bem-feitas, com as pessoas certas e com questões pertinentes ao público que foi entrevistado, agregam muito mais valor do que o uso de questionários com perguntas “padrão”. Aliás, as respostas dos questionários, em algumas situações, costumam ser tendenciosas.


  • Se puder, repita este trabalho após um ciclo de longo prazo.


  • Por fim, vale ressaltar que o Assessment deve ser realizado por empresas especialistas, com vivência nesse tipo de trabalho. Isso garante isenção e a garantia de que o trabalho realizado foi feito por profissionais que possuem experiência no tema.


Boa sorte em sua jornada!


Se você gosta dos nossos posts, curta, compartilhe e divulgue o nosso trabalho. Contribua para que este conteúdo chegue a mais pessoas.

Comentarios


Implemente a Governança de Dados
 em sua empresa com o nosso
 Assessment
Assessment.jpg
bottom of page